Salário mínimo pode ficar acima de R$ 1.006 em 2019, diz ministro - voxnoar
Whatsapp (75) 8370-6060 / Fone (75) 3424-2048

Salário mínimo pode ficar acima de R$ 1.006 em 2019, diz ministro





O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou que o salário mínimo pode crescer acima dos R$ 1.006 previstos na proposta de Orçamento de 2019. O motivo seria o aumento da inflação.
No projeto encaminhado ao Congresso em agosto, o governo previa alta do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) em 4,2% para 2019.
O ministro afirmou que ainda não tem previsão do quanto esta alta pressionaria o aumento do salário mínimo, mas lembrou que a cada R$ 1 de aumento o impacto chega a R$ 304 milhões nos cofres do governo.
A afirmação foi feita durante audiência pública na tarde desta 3ª feira (13.nov.2018), em que o ministro tirou dúvidas sobre o projeto encaminhado e especificamente sobre despesas que foram condicionadas à aprovação de lei de crédito suplementar –parte da despesa prevista para o Bolsa Família, por exemplo.

NOVO GOVERNO

O ministro afirmou ser importante a aprovação do Orçamento ainda em 2018.
Caso não seja feito, a liberação de recursos ocorre nos moldes do ano anterior no caso das despesas obrigatórias e de 1/12 no caso das discricionárias até que haja a aprovação. O prazo é 20 de dezembro.
Colnago reforçou ainda que o adiamento da aprovação pode atrapalhar a fusão desejada pelo novo ministro da Economia, Paulo Guedes.
“Isso pode criar dificuldades para algum ministério, para alguma secretaria para implementação de alguma política. A aprovação mais próxima da nova estrutura é muito bom porque facilita que a operacionalização do novo governo”, afirmou.
Em relação à participação de Paulo Guedes neste processo junto ao Congresso, disse que o futuro ministro “está preocupado sim”. Durante a semana, repercutiu negativamente entre os congressistas a entrevista na qual o economista pediu “prensa” no legislativo para a aprovação da reforma da Previdência.

Por LUDMYLLA ROCHA / Poder 360
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial